Calendário PIS 2019 consulta

Leia este artigo e consulta o calendário PIS 2019, tabela do valor do abono salarial.

O que é PIS 2019

O Programa de Integração Social (PIS) é um benefício que possui o objetivo de promover a integração do trabalhador na vivência da empresa concedendo-lhe incentivos fiduciários por seu tempo de serviço.

Também conhecido como abono salarial, é pago anualmente aos funcionários que obedecerem à uma série de diretrizes definidas pela Caixa Econômica Federal e Ministério do Trabalho há várias décadas.

Como funciona PIS 2019

Tudo começou, na verdade,como um fundo criado pelo governo federal através da lei complementar n°7/1970 para arrecadar o pagamento necessário para alguns fundos especiais, como o abono salarial e seguro-desemprego. Até 1988, no entanto,o PIS funcionavade maneira bem diferente de como opera hoje. Na época, assemelhava-se mais a uma espécie de fundo de investimentos que renderia juros e estaria disponível para saque integral quando o trabalhador se aposentasse.

Veja o Calendário PIS 2019

Fique ligado a tabela do calendário do pagamento. E tabela dos valores abono salarial.

Calendários PIS 2019

Confira a tabela do pagamento do PIS 2019
​​Nascido em​Recebem a partir dePodem sacar até
​Julho​26/07/201828/06/2019
Agosto​16/08/201828/06/2019
Setembro​13/09/201828/06/2019
Outubro​18/10/201828/06/2019
Novembro20/11/201828/06/2019
Dezembro​13/12/201828/06/2019
Janeiro​​17/0​1/201928/06/2019
Fevereiro​​17/0​1/201928/06/2019
Março​​21/02/201928/06/2019
Abril​​21/02/201928/06/2019
Maio​​14/03/201928/06/2019
Junho​​14/03/201928/06/2019

Este formato antigo, porém,sofreu uma série de reformas, de modo que, agora, os pagamentos não são retidos pelo governo e passaram a ser distribuídos, anualmente, para o trabalhador durante um período conhecido por Tabela do calendário PIS 2019. Podemos dizer que o serviço, atualmente, não é mais cumulativo –portanto, você precisa estar sempre ligadono cronograma de pagamento para não perder as datas de saque.

Valor do abono salarial - 2019

Com base no salário mínimo de R$ 954,00
Meses trabalhados (dias)Valor Abono
1 (30 a 44)R$ 80,00
2 (45 a 74)R$ 159,00
3 (75 a 104)R$ 239,00
4 (105 a 134)R$ 318,00
5 (135 a 164)R$ 398,00
6 (165 a 194)R$ 477,00
7 (195 a 224)R$ 557,00
8 (225 a 254)R$ 636,00
9 (255 a 284)R$ 716,00
10 (285 a 314)R$ 795,00
11 (315 a 344)R$ 875,00
12 (345 a 365)R$ 954,00

Novas regras do PIS 2019

Assim como vários outros benefícios oriundos do governo federal destinados aos trabalhadores brasileiros, também o PIS vem passando por algumas modificações sequenciais. Algumas delas não estão agradando a classe trabalhadora, já outras, por sua vez, têm logrado maior aceitação popular – e, falando nisto, confira abaixo as principais novas regras,que já estão em vigor:

  • tempo trabalhado para ter direito ao valor total do PIS:
    antigamente, bastava trabalhar apenas 30 dias para ter direito de receber o benefício de maneira integral. Agora, com a adoção da lei 13.134/15, ele será pago de forma semelhante ao 13º salário, ou seja, proporcionalmente aos meses trabalhados.

Em outras palavras, entende-se que para receber o valor total do PIS, equivalente ao salário mínimo completo, é necessário que o beneficiário tenha trabalhado durante todos os meses do ano. Caso contrário, ganhará apenas um valor menor referente ao tempo de sua atividade.

Leia também artigos relevantes:

Agora, quem está apto a tal benefício?

Assim como nos demais programas do governo federal, para ter direito ao PIS, o trabalhador precisa estar enquadrado em algumas regras. O principal requisito para recebê-lo é estar vinculado a uma empresa de iniciativa privada. Porém, além disto, é necessário preencher outros critérios. Confira quais são eles:

  • o trabalhador deverá ter recebido do seu vínculo empregatício uma remuneração mensal média de, no máximo, dois salários mínimos ao decorrer do ano-base. No caso, a remuneração deve ser, no máximo, de R$ 1.909, tendo em vista que o valor do salário mínimo em 2018 foi correspondente à R$ 954,00;
  • estar cadastrado por, no mínimo, 60 meses no Programa de Integração Social (PIS);
  • ter exercido atividade remunerada com carteira assinada por, no mínimo, 30 dias no ano de referência, podendo estes serem consecutivos ou não;
  • seu vínculo empregatício precisa ser catalogado pelo Ministério do Trabalho na Relação Anual de Informações Sociais, também conhecida pela sigla RAIS.

Clique e consulta Número do PIS

Como sacar o benefício

Esta é uma dúvida muito comum. Por se tratar de uma quantia tutelada pela Caixa Econômica Federal, o saque poderá ser realizado apenas nas unidades desta entidade bancária, como em agências da Caixa, correspondentes Caixa Aqui e casas lotéricas.

Para sacar o seu benefício é fundamental que você estejaportando seu Cartão Cidadão e sua respectiva senha. Os beneficiários que são correntistas da Caixa contarão com a vantagem de receber o benefício diretamente na conta bancária.

Siga o calendário PIS 2019 e não perca o prazo para sacar seu saldo.

5 (100%) 1 voto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *