Imposto de Renda 2019 – Quem deve declarar

Quem deve declarar imposto de renda 2019? Leia o artigo e verifique a cronograma, tabela de alíquotas.

Como funciona Imposto de Renda 2019

Todos os anos é preciso realizar uma declaração de imposto de renda para à Receita Federal. É uma ação muito importante pois é através dela que o governo consegue uma parte significativa do dinheiro para os cofres públicos.

O arrecadamento do Imposto de Renda possibilita diversos investimentos em muitas áreas, inclusive as que tanto nos chamam atenção, como saúde, segurança e educação.

Cronograma para DIRPF 2019

Siga as datas para Declaração de Imposto de Renda para Pessoa Física 2019
20/01/2019Serão disponibilizados os programas auxiliares no portal da receita federal, para Carnê Leão 2019 e Ganho de Capital.
23/02/2019Será disponibilizado o programa gerador da Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física 2019 (DIRPF 2019) para download no endereço da RFB.
02/03/2019Receita começa a receber a declaração da DIRPF 2019
02/03/2019São disponibilizadas as declarações da m-IRPF e pré-preenchida.
28/04/2019Fim do prazo de entrega do DIRPF 2019

Mas sabemos que cada um tem uma vida financeira diferente e que nem todos podem contribuir da mesma maneira. Por isso muita gente fica confusa, sem saber se é isenta ou precisa declarar os seus rendimentos.

Neste artigo vamos lhe mostrar quem deve declarar seu imposto de renda, quais as ferramentas que podem ser utilizadas e o que acontece se não realizar a declaração, leia a seguir…

Quem deve declarar Imposto de Renda?

Deverá obrigatoriamente declarar seu imposto de renda toda a pessoa física ou jurídica, empresa, que esteja dentro dos seguintes critérios:

  • Tenha ganho rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 – Como por exemplo salários, décimo terceiro e até horas extras;
  • Tenha recebido rendimentos exclusivamente na fonte superiores a R$40.000,00 – Como indenizações, heranças, FGTS ou doações;
  • Quem possua bens que somados valem mais que R$ 300 mil – Como imóveis, carro, jóias ou até obras de arte;
  • Tenha realizado algum ganho de capital – Como operações na bolsa de valores ou venda um imóvel ou mais;
  • Vendeu imóveis com isenção do IR – Quando você vendeu uma residência com isenção de impostos para usar o dinheiro na compra de outra no prazo de 180 dias;
  • Obteve receita bruta superior a R$ 142.798,50 em atividade rural – Assim como é possível declarar ganhos, nesse caso também é possível declarar perdas. Por exemplo, se teve um grande prejuízo em 2017 e um grande lucro em 2018, seus impostos compensarão à perda do ano anterior.

Não perca os artigos úteis:

Quais ferramentas existem para a declaração?

Com as novas tecnologias também surgiram novas formas de realizar essas burocracias tão necessárias, com o Imposto de Renda não foi diferente. Para declarar seu Imposto de Renda é tudo online, da sua casa, você tem duas possibilidades de ferramentas:

Aplicativo Meu Imposto de Renda

 O aplicativo leva a praticidade de resolver funções administrativas ao extremo, para quem tem a vida muito corrida é uma ótima escolha. No entanto o aplicativo possui algumas limitações, então é preciso acompanhar no site da Receita Federal o que é possível ou não realizar nele.

Programa para computador

Disponível para download no próprio site da Receita Federal é o meio mais tradicional e completo para realizar sua declaração de Imposto de Renda. Caso fique com dúvidas, já existe dezenas de tutoriais ensinando como utilizar, passo à passo.

Tabela de Imposto de Renda 2019

Tabela das alíquotas IR 2019
Alíquota de IRTabela atualTabela corrigida
Isento
Até R$ 1.903,98Até R$ 3.556,56
7,5%De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,66De R$ 3.556,57 até R$ 5.280,09
15,0%De R$ 2.826,67 até R$ 3.751,05De R$ 5.280,10 até R$ 7.073,23
22,5%De R$ 3.751,06 até 4.664,68De R$ 7.073,24 até R$ 8.837,92
27,5%Acima de R$ 4.664,68Acima de R$ 8.837,92

O que acontece se não declarar o IR 2019?

Caso você esteja dentro dos critérios de obrigatoriedade para declaração de Imposto de Renda 2019, você terá que pagar uma multa para a Receita Federal. A multa pode variar de 165,74 reais até 20% do valor devido.

Não pagando a multa seu nome ficará como irregular no SERASA, dificultando abertura de contas ou empréstimos.

O melhor mesmo é se organizar e realizar sua declaração em dia, assim ninguém sai prejudicado.

5 (100%) 1 voto[s]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *