Restituição do imposto de renda 2019

Você já consultou se tem direito à restituição do imposto de renda 2019? A Receita Federal disponibiliza aplicativos para fazer a verificação e situação cadastral. Por meio dele, é possível consultar informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

Confira mais informações sobre a restituição do imposto de renda para este ano!

Calendário de restituição do imposto de renda 2019

No dia 15 de agosto, foi liberado o terceiro lote da restituição do IRPF 2019. Dois lotes já foram pagos: o primeiro, no dia 15 de junho e o segundo, no dia 16 de julho deste ano.

Confira as próximas quatro datas de pagamento dos lotes de restituição do IR neste ano:

  • 4º lote, em 17 de setembro de 2019;
  • 5º lote, em 15 de outubro de 2019;
  • 6º lote, em 16 de novembro de 2019; e
  • 7º lote, em 17 de dezembro de 2019.

Foram mais de 28,8 milhões de contribuintes que realizaram a entrega da declaração em 2019.

Como saber se a restituição do imposto de renda 2019 foi liberada?

Para verificar se a restituição foi liberada, é preciso acessar a página da Receita na Internet (http://rfb.gov.br), ou ligar para o Receitafone 146.

Pelo aplicativo é uma ótima ideia, já que ele avisa quando o valor for liberado. Assim, é necessário: – Realizar a instalação do aplicativo para dispositivos móveis (tanto Android quanto iOS);
– Acesse o serviço Consulta Restituição;
– Informar o CPF e o exercício da declaração desejada;
– Caso a restituição ainda não tenha sido creditada, clique sobre a estrela;
– Quando a restituição for enviada para a conta informada na declaração, o dispositivo receberá o alerta: “Restituição enviada para o banco“.

Também veja artigos relevantes:

Caso você tenha visto que tem direito à restituição e o lote já tenha sido liberado, mas o seu valor não tenha sido creditado, será necessário:

  • Contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou
  • Ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

O contato terá a finalidade de agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

A restituição ficará disponível para saque apenas durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio de Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Gastar ou investir o valor da restituição?

Educadores financeiros orientam que a prioridade, ao receber as restituições, sejam as contas. Assim, se você contar com contas de serviços e boletos de pagamento em atraso, é melhor quitá-las.

Se não possuir contas em atraso ou, mesmo após a quitação, sobrar algum valor, prefira investir ou criar uma reserva financeira para imprevistos.

Continue acompanhando nosso site para mais atualizações sobre o imposto de renda e planejamento financeiro!

5 (100%) 1 voto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *